ॐ۩۝V I D A D E B R U X A۝۩ॐ



 

brumel

Acredito que...

Talvez a liberdade me traga sonhos de insanidade
Mas eu não posso desistir de tentar.
Talvez o sonho se apague e revele a verdade
Mas eu não posso desistir de lutar.
Talvez a verdade me engane frágil realidade
Mas eu não posso desistir de acreditar.
Talvez a realidade se corrompa
como a humanidade
Mas eu não posso desistir de criar.
Talvez a dor me tire todas as forças
mas alguma há de restar.
Talvez a humanidade se esqueça
do ideal de liberdade
Mas eu não posso desistir
de SONHAR...

Bruxinha Mel

Animation2

 

Ser bruxa não significa que a gente se veste de preto, com um monte de correntes penduradas e maquiagem pesada... isso não é regra, mas é claro, tem gente que é assim. É o livre-arbítrio, é a liberdade, nosso direito de ir e vir. Ser mulher já é ser meio bruxa, poder procriar, gerar um outro ser dentro da gente, derramar amor, sexto sentido e tal. Só o fato de amar sem medidas e sem medo já nos instiga à bruxaria.

3CE6
Nada de magia negra, nada de feitiçarias explosivas e fedorentas. Ao contrário, ser bruxa é usar nossa magia interior e escondida pra ajudar à nós mesmas e aos outros. O que se faz volta em triplo pra nós, e é assim que deveríamos todos agir, mas poucos o fazem, e somos nós, as bruxas, que devemos equilibrar a correria do dia-a-dia fazendo nossas orações, nossos incensos, nossos óleos e cristais pra apaziguar a nossa ligação com outros mundos. E nós fazemos. A gente trabalha, estuda, vai no shopping, restaurante, banco, academia, bares, reuniões, olha no relógio, corre, corre, corre, e olha de dentro do ônibus pro céu admirando o sol, agradece à Deusa que pôs toda essa beleza aí fora nas flores, nas árvores, na água... e sorri sozinha no meio de 40, 50 pessoas que se espremem ali, pensando coisa ruim. Nós temos a capacidade de olhar uma criança na rua e dirigir um gesto, que seja um olhar, um sorriso, e somos plenamente retribuídas, desejando tudo de bom pra vida dela. E somos atendidas. Um olhar carinhoso pode mudar a vida de uma pessoa, e somos nós que podemos pressentir uma futura bruxa. "Essa sim, vai ser bruxa quando crescer..." porque a gente pressente no olho, na maneira como as crianças agem.

3CE6

Contrário ao que todos os outros humanos dizem, são as crianças as nossas maiores aliadas. Somos muito parecidos, pois nós enxergamos a vida colorida, cheia de energia, coisas novas. E nos divertimos, mesmo tendo 30... 40... 80 anos. Somos mais íntimas da vida, sentimos mais o que não podemos ver. E não são só mulheres que têm essa capacidade. O mundo está cheio de bruxos por aí, felizmente. E isso não afeta em nada a masculinidade de ninguém. É muito bonito quando se vê um homem nos rituais, agradecendo e louvando as coisas que existem, do ambiente em que ele faz parte, de uma maneira intensa e objetiva, como é do feitio masculino. Ser bruxa ou bruxo ainda é uma responsabilidade muito grande, social. Bruxo não joga lixo no chão, ajuda os mais velhos, os que menos têm chance, divide seu sanduíche com uma pessoa que está com fome e, principalmente, não deixa a peteca cair. Somos nós que equilibramos as relações com as fadas, os elfos, as deusas e deuses, os nossos pais ou amigos. Aproximamos o nosso mundo dos outros e deixamos sempre a casa limpa pra quem a gente gosta.

3CE6

Ser bruxa não significa parecer uma bruxa. Significa ser e se sentir como uma, agir de acordo com a nossa doutrina. Temos somente uma obrigação que é regra, é lei, é indispensável: fazer o bem. Mais que isso: sermos felizes. E sim, eu sou uma bruxa, me orgulho disso e nunca vou deixar de ser assim. Que a Deusa me guie nessas e noutras palavras, durante toda a minha passagem pela Terra. Que sejamos então responsáveis e sérios no que fazemos e tomamos como rumo para a vida, mas nunca deixemos de lado a nossa capacidade de usar a magia da forma mais pura para que o amor e a paz sempre possam ser mais forte, mais presentes na nossa e nas outras vidas!

 

( Ser Bruxa - por Drika Bruzza )



Comentem

 

Anúncios
Publicado em 1. 7 Comments »

ॐ۩۝Assista o vídeo۝۩ॐ

Publicado em Sem categoria. 3 Comments »